Publicidad

Inscrição de concurso dos Correios vai ser devolvida em janeiro

Os Correios pretendem devolver somente a partir de 10 de janeiro o valor das inscrições do concurso público cancelado, que variaram de R$ 30 a R$ 60.

A estatal anunciou ontem oficialmente o cancelamento do certame para preencher 6.565 vagas, o maior do país em número de inscritos, com mais de 1 milhão de candidatos. O edital de um novo concurso foi publicado no "Diário Oficial da União", mas sem detalhes.

Nos 12 meses que separam o fim das inscrições, encerradas em janeiro passado, e a devolução da taxa aos candidatos, os Correios permaneceram com R$ 35 milhões no seu caixa. Esse dinheiro será devolvido agora com correção monetária aos candidatos.

Se, durante esse período, a estatal deixou o dinheiro aplicado na poupança, ganhou R$ 1,9 milhão. Se aplicou no CDI, recebeu R$ 3,1 milhões. Pela correção da taxa Selic, que norteia os juros oficiais no país, o rendimento seria de R$ 3 milhões.

Pela mesma taxa Selic, o candidato que pagou R$ 60 na sua inscrição terá o direito de receber mais R$ 4,90 de correção. Quem pagou R$ 30 receberá mais R$ 2,70.

Não há prestação de contas pública do dinheiro arrecadado. A primeira exigência dos órgãos públicos ao abrir concursos é não ter despesa. Com isso, toda a previsão de gastos é jogada na taxa de inscrição.

Fonte: Folha de São Paulo

Publicidad