Publicidad

Mercado em Brasil eleva previsão sobre inflação deste ano para 4,99%

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

O mercado brasileiro aumentou suas projeções para a inflação do consumidor este ano, mas reduz o cenário para o próximo, isso foi o que demonstrou segunda-feira um relevamento semanal do Banco Central consultando instituições financeiras.

O cenário para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) deste ano foi revisado na alta de 4,99%, perante o 4,91% da semana passada.

A estimação para a inflação em 2011 caiu para 4,50%, perante o 4,53 da semana passada.

O Banco Central tem uma meta de inflação de um 4,5% para 2010 e 2011, mas esse índice tem tolerância de dois pontos percentuais para cima ou para baixo.

A projeção de mercado para o PIB (Produto Interno Bruto) deste ano, se manteve em uma expansão de 5,50% entanto que para o próximo ano, também não registrou mudanças e ficou no 4,5%

A mediana das previsões para a taxa de interes referencial Selic para final deste ano, permaneceu em um 11,25%, entanto que para 2011, caiu ligeiramente para 11,23%, desde um 11,25% da semana passada.

Tudo parece mesmo indicar que a taxa referencial vai ser mudada, o país não pode permitir esse inimigo silencioso avançar lentamente por trás das cortinas da economia.

A inflação e o ladrão invisível e os setores que se prejudicam mais com esse flagelo e a classe trabalhadora que vê diminuída sua capacidade de aquisição de bens e serviços.

Tem se ouvido falar que não so será a Selic que será manuseada nesta manobra do governo por conter a inflação, mas também será aumentado o decreto para os compulsórios dos bancos, como uma forma de reduzir a quantidade de circulante no mercado, e dessa forma colaborar desde outro angulo para a diminuição da pressão inflacionaria.

Publicidad