Publicidad

Sobem rendimentos no brasil por expectativa sobre taxas

Os rendimentos dos contratos de futuros sobre tipos de interes no Brasil, subiram depois que o Henrique Meirelles, presidente do Banco Central, falou que a autoridade monetária estaria disposta a adotar medidas impopulares de ser preciso par que a inflação concorde com as metas preestabelecidas pelo governo.

O rendimento do contrato do tipo de interes a um dia, com vencimento em janeiro de 2011, o mais cotizado na bolsa BM&F de São Paulo, subiu 7 pontos básicos, alcançando os 10,48%, o máximo nível desde o 23 de dezembro.

Meirelles, apontou na sexta feira que e um erro acreditar que o banco central “mudara sua conduta” o que evitará decisões impopulares, devido as eleições presidenciais de outubro.

Adverte que em contra de prestar atenção a interpretações periodisticas, após que o diário Valor Econômico colocou uma entrevista sob o título “Os requisitos do compulsório deveram demorar o aumento dos tipos de interes”.

A decisão do banco central de falar que o artigo era enganoso, mandou uma mensagem para os investidores de que “existe a possibilidade real que o tipo de interes ia subir em março”, falou Eduardo Cotrim, chefe da mesa de contratação do Banco Moral S.A. “Idealmente o banco central quer condenar as expectativas do mercado para que a decisão sobre a taxa de juros, não cause uma surpresa” Conforme se acelera o crescimento econômico, as pressões inflacionarias estão aumentando.

Os operadores estão apostando a que os estrategas do banco central subiram o tipo de juros referencial, pelo menos um 0,25 ppc o próximo mês, para desacelerar o crescimento y conter a inflação.

Em reunião na passada sexta feira, Meirelles falou a funcionários do Banco Central e jornalistas presentes, que a sociedade deverá avaliar os documentos do banco central y se abstiver de interpretar crônicas noticiosas e tirar conclusões que podem danificar certamente a economia em geral.

“Atuar de maneira responsável, significa não evitar tomar decisões que são tecnicamente justificáveis e que no curto prazo possam parecer antipáticas e impopulares”

Publicidad