Publicidad

Taxa de Juros I

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Em geral, denomina-se taxa de juros a percentagem de capital o principal, expressado em centésimas, que se paga pela utilização deste em uma determinada unidade de tempo (normalmente um ano).

juros (1)

A taxa de juros corrente ou de mercado se calcula fundamentalmente atendendo a relação entre a oferta e a demanda de dinheiro e a demanda das pessoas na procura de empréstimos ou créditos.

Quando a oferta de dinheiro disponível para investimento aumenta mais rápido que as necessidades das pessoas, os tipos de juros tendem a baixar. Analogamente, os tipos de juros tendem a aumentar quando a demanda de fundos para investir cresce mais rápido que a oferta de fundos disponíveis a que se enfrentam estas demandas.

Retomando o assunto que nos entende, a existência de três classes diferentes de capitalização requer o emprego de diversas taxas de juros que se amoldem a cada classe em particular, definindo as mesmas a partir de supostos estabelecidos previamente.

Assim encontramos:

I. Capitalização Periódica

Taxa Nominal (i): Conhecida também como tanto por um ou simplesmente como taxa de juros, e a ganância que gera um capital de $1 em um ano; ou seja, e igual a centésima parte da razão ou tanto por cento (ganhos produzidos por um capital de $100 em um ano).

Your ads will be inserted here by

Easy Plugin for AdSense.

Please go to the plugin admin page to
Paste your ad code OR
Suppress this ad slot.

Também podemos definir como a taxa de juros anual que e valida durante o lapso que dure a operação financeira, isto quer dizer que a capitalização se produz no período em que esta indicada à taxa.

Generalizando, quando o tempo n e o período em que esta expressada a taxa i coincidem com a capitalização, se diz que a taxa i e nominal.

A mesma aparece na formula de monto em juro composto M1 = C (1 + i) n.

Taxa efetiva (i’): Este e o tanto por um que, aplicado em um capital C em n periodod, produz um monto M2 igual ao que se obtém utilizando a taxa proporcional m veces em cada um dos m períodos com capitalização subperiodica.

Aparece na formula de monto M2 = C (1 + i’) n, de forma que M2 = M3. Partindo desta ultima igualdade, podemos expressar a taxa efetiva em função da taxa proporcional.

M2 = M3

C (1 + i’) n = C (1 + i/m) n m

1 + i’ = (1 + i/m) m (Simplificamos C y n.)

i’ = (1 + i/m) m – 1 (Despejamos i’.)

Publicidad
Comments are closed.